sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Você nem sequer se lembra de ouvir a voz

Seria este mais um post tumular sobre enterro, tristeza, distância e “frialdade inorgânica da terra”, não fosse a Veridiana, sem saber, me demover disso. Então vou falar do meu tio vivo, não morto. Afinal, morto, não é mais ele. Tiozão topetudo, vermelho de goró, fanático por armas, daqueles que há em toda família: toma todas, faz piada sem graça nas reuniões de família e fica enchendo o saco dos moleques, pegando no pinto e falando E AÍ JÁ TÁ SOLTANDO PORRINHA?, além de contar lorotas e tocar viola caipira. Umbandista-católico (é, né), tinha uma maritaca que falava É O PAI, É O PAI quando ele chegava e cantava Fuscão Preto. Tinha a esposa com mais cara de TIA (no melhor sentido da palavra), filhos tosqueira que me ensinaram muita porcaria (ah, os primos mais velhos), matou os cisticercos do cérebro à base de cachaça (!), petrificando os bichinhos, e ainda gravou um disco, sob a alcunha LARGA BRASA, num LP épico que tinha ~ EU DIGO QUE SIM NINGUÉM DIZ QUE NÃO EU DIGO QUE OSASCO É A CIDADE-SENSAÇÃO ~. Preciso dizer mais? MITO!

[ Não esqueça de que o título lá em cima é sempre um link, olha lá. ]

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Vidahistóriaamor

[ 23h35min ] Quando nasci, minha primeira roupa foi um manto do Corinthians. Minha primeira memória é com a camisa do Corinthians. A primeira vez que chorei foi pelo Corinthians. Minha maior comemoração foi por causa do Corinthians. Tenho Corinthians tatuado no braço esquerdo. Se eu tivesse a chance de voltar no tempo, iria a Invasão Corinthiana. Corinthians, cem anos no Universo inteiro e infinito e eterno em minha vida. [ 21h37min ]

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

A inteligência americana era, naquela época, essencialmente, e completamente, maluca.

Livros-reportagem: jornalistas aprendem a lê-los (teoricamente) na faculdade, não sei como funciona com as pessoas normais. Eu conheci esse gênero literário no sexto semestre, acho, com o new journalism de Truman Capote e Gay Talese. Pra quem não sabe, em linhas gerais, é o uso de narrativa romanceada na descrição de fatos reais. Algo como toscamente o Gil Gomes faz no rádio.

Enfim aprendemos a coisa como uma literatura policial, investigativa, cheia de nuances escabrosas e de mistérios. Porém sabemos que a vida pode ser inusitadamente divertida, de tão bizarra. Em Corações Sujos, de Fernando Morais, começamos intrigados com a burrice dos japoneses que não aceitavam que a Segunda Guerra havia acabado. Depois, damos risada com a incompetência do “esquadrão da morte” feito para matar os “infiéis” que duvidavam da vitória nipônica.

É o que acontece neste Os Homens Que Encaravam Cabras, de Jon Ronston. Pra quem gosta de teorias de conspiração (e não acredita nelas, por favor!), é uma diversão só. Não vi ainda o filme baseado nele, portanto falarei apenas sobre o livro.

Aliás nem preciso falar muito. Este parágrafo define a coisa toda:

“Talvez a história seja esta: no final dos anos 70, Jim, traumatizado com a Guerra do Vietnã, buscou emergência no movimento do potencial humano da Califórnia. Ele trouxe suas idéias de volta os Exército, e eles sensibilizaram o alto comando, que jamais havia visto a si próprio como a Nova Era, mas, para quem, em seu desânimo pós-Vietnã, fazia sentido.”

Quem estiver familiarizado, então, com clássicos conspiratórios como MK-ULTRA, Terra-Oca, Controle Mental e afins, vai delirar com militares de alta patente tentando atravessas paredes de quartel e matar cabras com a fonte do pensamento.

Engraçado e perturbador, mostra que a maluquice humana é mesmo ilimitada.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Investigações filosóficas

(...)

Fábio Vanzo diz (17:24):
dor nas costas e aí?

Mariel Moura diz (17:25):
dor nas costas [2]

Fábio Vanzo diz (17:25):
comeu tatu?

Mariel Moura diz (17:25):
na terra tatu caminha

Fábio Vanzo diz (17:29):
jacaré no seco anda?

Mariel Moura diz (17:29):
veio a pouco de fora?

Fábio Vanzo diz (17:30):
tem posto aí atrás?

Mariel Moura diz (17:32):
gosta de banana ou só caqui?

Fábio Vanzo diz (17:32):
setembro chove?

Mariel Moura diz (17:34):
bate uma com mamão pra mim?

Fábio Vanzo diz (17:34):
quer levar uma cunhada minha no cinema?

Mariel Moura diz (17:35):
opinião é igual bunda, dá a sua?

Fábio Vanzo diz (17:36):
sabia que aprender uma piada é preciso cair? então segura aqui que você não cai.

Mariel Moura diz (17:37):
se eu cozinho todo mundo come.

Fábio Vanzo diz (17:37):
se eu cozinho eu não lavo

Mariel Moura diz (17:38):
desculpe as bolas fora.

Fábio Vanzo diz (17:39):
conhece a bua botelho pinto, esquina com a timelo rêgo? lá tem dois japas, seu kumiama e seu kumiké

Mariel Moura diz (17:39):
você corre ou soca a minha?

Fábio Vanzo diz (17:40):
sua mãe é puta do seu pai?

Mariel Moura diz (17:41):
sua mãe seu pai minha tia na cozinha.

(...)

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Eternidades da semana

01. São Paulo eliminado pela quinta vez seguida da Libertadores, Rogério Ceni dando piti e chorando.

02. Santos campeão da Copa do Brasil com o maior número de derrotas entre os vencedores da competição.

03. Palmeirenses, que, como os demais, desdenharam da vinda de Ronaldo para o Corinthians, agora querem o Ronaldinho Gaúcho.

04. Debate-palhaçada na Band, como sempre, e gente no Twitter levando a coisa como se fosse briga de torcida, como nunca.

05. Plínio, o Rinoceronte Cacareco desta eleição.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Agora já se paga os pecados com carnê mensal.

veri. diz (17:10):
Deus não trabalha às sextas

Fábio Vanzo diz (17:10):
Por que não?

veri. diz (17:11):
Pq não

veri. diz (17:11):
eu queria ser Deus para não trabalhar às sextas

Fábio Vanzo diz (17:12):
aliás deus não trabalha, né
é o chefe
tem todas as ordens angélicas pra trampar pra ele
anjos, arcanjos, querubins, serafins, dominações, tronos, potestades

veri. diz (17:13):
poisé

veri. diz (17:13):
nós somos meros servos

Fábio Vanzo diz (17:13):
e ainda empregou o filho... nepotismo
e ainda viola o estatuto deixando uma pomba no escritório

Fábio Vanzo diz (17:14):
não, nós somos os CRIENTES
a gente pede, paga e recebe (ou não)

Fábio Vanzo diz (17:14):
a bíblia é tipo o direito do consumidor

veri. diz (17:15):
HAHAHAHAHAHHAHAH

veri. diz (17:15):
mto bom!

veri. diz (17:15):
vamos chamar o IDEC

Fábio diz (17:17):
Acendi vela
Fui pra aparecida
paguei dízimo
ajoelhei no milho
num trepei na quaresma
açoitei minhas costas
e cadê minha BMW seu deus?
NÃO DESLIGUE, SUA ORAÇÃO É MUITO IMPORTANTE. AGUARDE.

Fábio diz (17:18):
aí toca a música de fundo
HOSAAAAANA HOSAAAAAANA HOSAAAAANA NAS ALTUUURAAAASSSSS

veri. diz (17:19):
ahahhahahahahahahhahaha

veri. diz (17:19):
mto bom!

Fábio diz (17:20):
Olha senhor, epa, o Senhor sou eu, lamento, mas já deu o toque das ave-marias, são 18h, retorne a rezar amanhã. Ah, e consta aqui no sistema que você tem pecados não confessados em pendência. cortaremos sua alma em 30 dias.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Sandinista!

Fábio Vanzo diz (15:51):
Audioslave >>> RATM

Diego diz (15:51):
AFF vou dar block

Diego diz (15:51):
vai começar...

Diego diz (15:52):
nem vc acredita nessa merda que tá falando

Fábio Vanzo diz (15:53):
ah vá RATM num tem nada demais além dois foin ion ion de guitarra do tom morello que o eddie van halen já fazia quando ele nem tinha pelo no saco

Diego diz (15:54):
tchau.

Fábio Vanzo diz (15:54):
levando block em 3, 2, 1


[ Diego bloqueia Fábio Vanzo ]


Diego diz (15:58):
vai parar?

Fábio Vanzo diz (15:59):
=X (glup!)

Diego diz (16:00):
HAUHEUAHEUAHUEHA

Fábio Vanzo diz (16:01):
detalhe que nunca ouvi um disco, mas beleza

Diego diz (16:01):
do RATM?

Fábio Vanzo diz (16:01):
é

Diego diz (16:01):
tá zuando, mano

Diego diz (16:01):
AFFF

Diego diz (16:01):
acho que vou bloquear nossa amizade pra sempre

Fábio Vanzo diz (16:02):
:'(
vai me discriminar? eu não tenho preconceito por você ser gay, aceito de boa

Diego diz (16:02):
UHAUEUAEAAEUAHAU

Diego diz (16:03):
respeita?

Fábio Vanzo diz (16:04):
você não
o RATM não me incomoda
exceto quando você tá esperando um show gratuito, tipo charles miller, aí aquela molecada de camisa do slipknot bêbada de 51 c/ dolly começa a pogar com killing in the name no som mecânico

Diego diz (16:04):
HUAEHUAUEAUHEA

Diego diz (16:04):
isso é ozzzz mesmo

Diego diz (16:04):
mas é muito louco

Diego diz (16:05):
as letras são as mais comunas possíveis

Diego diz (16:05):
e sem soar adolescente.

Fábio Vanzo diz (16:05):
vou baixar aqui
começo por qual?
(mas aviso que tem mó fila de coisas pra ouvir... monte de black metal, o solo do noel gallagher, etc.)

Diego diz (16:06):
o primeiro

Diego diz (16:06):
homônimo

Diego diz (16:06):
sério

Diego diz (16:06):
é muito bruto

Diego diz (16:06):
e escuta leendo as letras

Fábio Vanzo diz (16:06):
é o mayhem comunista?

Diego diz (16:06):
muito mais

Fábio Vanzo diz (16:08):
engraçado que no metal as bandas comunas são só as de grindcore
napalm death, agathocles, SOD, pungent stench...

Fábio Vanzo diz (16:09):
aliás qual é o primeiro disco 100% comuna?

Fábio Vanzo diz (16:09):
clash?

Diego diz (16:10):
coletânea d' A Internacional em 12 línguas editada na URSS

Diego diz (16:11):
só pros fera

Fábio Vanzo diz (16:11):
HAUAHAUAHUAHAUHAUHAUAHAUAHUAHAA

Diego diz (16:11):
mas tem uma banda de rock italiana que é super comuna e fazia um certo sucesso nos anos 70

Diego diz (16:11):
esqueci o nome

Fábio Vanzo diz (16:11):
o CD dos campeões?

Diego diz (16:11):
o CD da vitória

Fábio Vanzo diz (16:12):
vou montar a banda POL POT e seus Khmers

Diego diz (16:12):
Isso aí é teta

Diego diz (16:12):
Quero ver vc montar uma chamada Adolfo e a conta de gás

Fábio Vanzo diz (16:12):
AHUAHAUAHUAAHAHUAHAUAHUAAHAHUAHAUA

Fábio Vanzo diz (16:13):
tinha uma em brasília que era filhos de menguele

Fábio Vanzo diz (16:13):
pré-raimundos

Diego diz (16:13):
mas a melhor, sempre, será a DIDI SUBIU NO CRISTO

Diego diz (16:13):
caralho, mano

Diego diz (16:13):
uaheuaheuhahueahea

Fábio Vanzo diz (16:13):
inigualável

terça-feira, 27 de julho de 2010

Reflexões futebolísticas vespertinas

01. Por que santista reclama de tanto complô e comemora a convocação da seleção?

02. Por que palmeirense só acompanha a imprensa pra falar mal dela (complô 2)?

03. Por que os corneteiros nunca estão satisfeitos com nenhuma convocação?

04. Por que os corneteiros nunca estão satisfeitos com nenhuma escolha de técnico?

05. Por que o Corinthians é tão invejado e nunca deixa de ser assunto entre os rivais?

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Eternidades da semana

Bruno.

Polvo.

Mércia.

Serra.

Dilma.

Piritubão.

Dia Internacional Do Rock.

Pearl Jam tirou férias.

Bon Jovi e Rush vêm pro Brasil.

Sei lá, preguiça de pensar na décima.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Relatividade geral | restrita

Conversando com Walter Hupsel pelo Twitter, me vi confrontado com um pensamento assustador: uma situação na qual não consigo escolher um lado, um certo/errado, tomar um partido. Coração e mente se dividem. No caso foi relativismo cultural versus absolutismo cultural. Por exemplo, burqa, mutilação genital, infanticídio... onde termina o respeito pela cultura de cada etnia e começa o respeito à vida em geral? É mais difícil do que parece. Quanto nossa percepção sobre o que é tão diferente? E o que pensam de nós? Entre o preto e o branco há tantos tons de cinza... nessas horas o cérebro dá pane, entra em pânico, e foge para outros pensamentos de quaisquer desventuras.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Que beleza!

01. Brasil fora.

02. Argentina fora.

03. Paraguai fora.

04. Uruguai fora.

05. E a Copa América vira Eurocopa.

06. Nome e camisa não ganham jogo.

07. No máximo um juiz ruim.

08. Alemanha, com sua Divisão Panzer, é favoritíssima.

09. Futebol conciso, coeso, correto, parece que o técnico Catota é revisor.

10. Cabô. É tetra.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Futebol é a inteligência em movimento.

01. Dunga é tosco, chucro, cabação, burro e patético.
02. Os maus jogadores o apoiaram porque sabiam que estava lá por bondade.
03. Os crentes fizeram panelinha e se mataram na punheta, aposto.
04. Ninguém reclamou porque estava isolado, só se fosse chiar por telepatia.
05. Time “competitivo” (retranqueiro) nem mostrou bom futebol, nem foi vitorioso.
06. Quem acha que Dunga é Brizola, anacrônico, porque azedou a Globo, morra.
07. Cadê os patriotas sazonais? Não vi nenhuma camisa canarinho...
08. Engraçado os crentes metidos a bons moços perderem a cabeça tão facilmente.
09. Prefiro perder jogando bem a perder jogando mal.
10. Vai Corinthians.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

The gentle art of making enemies

Fábio Vanzo diz (16:05):
sobre a claudia leitte, ela está no topo da minha lista de pessoas que, se eu encontrar, chuto a canela

veri. diz (16:05):
eu tb

veri. diz (16:06):
se eu estiver de carro, eu passo por cima.

veri. diz (16:06):
chata da porra

Fábio Vanzo diz (16:06):
claudia leitte
luciano huck
eliana
maria lídia

veri. diz (16:06):
hahahaha

veri. diz (16:07):
a maria lídia tá tão velhinha, coitada

veri. diz (16:07):
eu passaria por cima da sandy

veri. diz (16:07):
do junior

veri. diz (16:07):
da wanessa camargo

Fábio Vanzo diz (16:07):
josé serra
kassab
tico santa cruz

veri. diz (16:07):
do zezé di camargo

veri. diz (16:07):
do luciano

veri. diz (16:07):
boa, tico santa cruz tb

Fábio Vanzo diz (16:07):
esse eu passava em cima, voltava e passava de novo

veri. diz (16:07):
da xuxa

veri. diz (16:07):
hahahahahahah

Fábio Vanzo diz (16:07):
xuxa! boa
da xaxa tb

veri. diz (16:08):
HAHAHAHAHAHHA

veri. diz (16:08):
só pra não restar nada da espécie

Fábio Vanzo diz (16:08):
jô soares
carlos vereza
reinaldo azevedo
seu jorge
dunga

veri. diz (16:09):
o que o carlos vereza fez?

veri. diz (16:09):
REGINA DUARTE!

veri. diz (16:09):
gugu liberato

veri. diz (16:09):
amaury jr.

Fábio Vanzo diz (16:09):
foi no jô e praticamente falou "eu dou a bundinha pro josé serra"

Fábio Vanzo diz (16:10):
pô, coitado do amaury

veri. diz (16:10):
hahahahhaha

veri. diz (16:10):
odeio ele

veri. diz (16:10):
bêbado escroto

Fábio Vanzo diz (16:10):
ó, pega leve, não é assim não, hein

veri. diz (16:10):
ah meu, o amaury é escroto

veri. diz (16:10):
GEISY ARRUDA

Fábio Vanzo diz (16:11):
luciano do valle
galvão bueno
datena
rezende
marcos hummel
ferreira gullar
joão ubaldo

veri. diz (16:11):
paulo coelhoooooooooooooo

veri. diz (16:11):
dan brown

Fábio Vanzo diz (16:12):
ah, eu acho ele inofensivo
ah, vale internacional?
tony scott
michael bay
todas as nêga loira e os negão de dente-de-ouro do R & B
aerosmith (com requintes de crueldade)

veri. diz (16:12):
as nega lora eu tb ia com força

veri. diz (16:13):
e nos negão tb

veri. diz (16:13):
rihanna

veri. diz (16:13):
chata da porra

veri. diz (16:13):
paris hilton

Fábio Vanzo diz (16:13):
boa

veri. diz (16:13):
lindsay lohan

veri. diz (16:14):
milley cirus

Fábio Vanzo diz (16:14):
berlusconi
pô, deixa a hannah montana (tem um episódio dos simpsons que aparece a "alaska nebraska" hahaha)

veri. diz (16:14):
hahahah

veri. diz (16:14):
odeio ela

veri. diz (16:15):
quércia

Fábio Vanzo diz (16:15):
quércia, boa

veri. diz (16:15):
michel temer

veri. diz (16:15):
maluf

Fábio Vanzo diz (16:15):
todos do CQC

veri. diz (16:15):
TODOS!

Fábio Vanzo diz (16:16):
a golpes de DVD do jota quest

veri. diz (16:16):
HAHAHAHAHAHAHAHAHHAAH

veri. diz (16:16):
CHICLETE COM BANANA

veri. diz (16:16):
esse seria na base da paulada

veri. diz (16:16):
asa de águia

Fábio Vanzo diz (16:16):
pô, dança da manivela

Fábio Vanzo diz (16:17):
eu dancei em 98 em porto seguro :$

veri. diz (16:17):
AFFEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

veri. diz (16:17):
:|

Fábio Vanzo diz (16:21):
:| veja bem, eu posso explicar

Fábio Vanzo diz (16:21):
era viagem de formatura, eu era da galera do metal, mas eu e mais três combinamos "mano, tamo aqui, num tem jeito, é só não deixar ninguém fotografar; o que acontece aqui, fica aqui"

Fábio Vanzo diz (16:22):
aí tava bombando carrinho de mão também
e vi show do tchan, do cheiro de amor e do então desconhecido nativus (eca, odeio reggae)

Fábio Vanzo diz (16:22):
aliás se tocar reggae eu volto e te assombro por toda a sua vida

Fábio Vanzo diz (16:23):
é a única unanimidade do bresser: todos abominam

veri. diz (16:25):
meu

veri. diz (16:25):
CARRINHO DE MÃO NÃO

veri. diz (16:25):
reggae nem fudendo

veri. diz (16:25):
morro de desgosto se tocar

Fábio Vanzo diz (16:26):
reggae eu volto da tumba só pra matar a golpes de enxada quem estiver tocando no meu enterro

veri. diz (16:26):
HAHAHAHAHAHAHAHAHA

veri. diz (16:26):
eu tb

veri. diz (16:26):
mato afogado na privada

Fábio Vanzo diz (16:27):
levanto, coloco o cara no caixão no meu lugar, mijo em cima e enterro.

veri. diz (16:27):
ahahahha, eu acho que afogo antes em alguma privada cagada

Fábio Vanzo diz (16:28):
depois desenterro só pra profanar o cadáver, empalo e deixo pros urubus

veri. diz (16:29):
ahahahahhaha

veri. diz (16:29):
manda pra bahia

veri. diz (16:29):
pra se decompor naquele calor da porra

Fábio Vanzo diz (16:29):
(posso colocar nossa lista de pessoas chutáveis no meu blog?)

Fábio Vanzo diz (16:30):
e colocar uma placa INRI em cima
Imbecil Néscio Ridículo Idiota

veri. diz (16:31):
HAHAHAHAHAHAHHAHA

veri. diz (16:31):
COLOCA!

veri. diz (16:31):
néscio é legal

veri. diz (16:31):
adoro

veri. diz (16:31):
acrescentando:

veri. diz (16:31):
portioli

Fábio Vanzo diz (16:31):
pô, mas ele apresentou o inefável XAVECO!

veri. diz (16:32):
AHAHAHHAHAHAHAHA

veri. diz (16:32):
NÃO DÁ

veri. diz (16:32):
marcelo augusto tb

veri. diz (16:32):
zschxeila carvalho

veri. diz (16:32):
zschxeila mello

Fábio Vanzo diz (16:33):
szcheila mello nada contra
alexandre pires merece duas bicas, um pedala e uma paulistinha por ter chorado no tólinho do bush

veri. diz (16:33):
AFFEEEEEEEEEE

veri. diz (16:33):
merece mtos

veri. diz (16:34):
dado dollabella

veri. diz (16:34):
deborah secca

Fábio Vanzo diz (16:35):
paulinho vilhena
miguel fallabella
tom cavalcante

veri. diz (16:35):
nossa, paulinho vilhena merece mto!

veri. diz (16:35):
marcos mion!

Fábio Vanzo diz (16:36):
a equipe do manhattan connection (dois viado e dois véio broxa) merece um tomahawk logo no estúdio

Fábio Vanzo diz (16:36):
arnaldo jabor

veri. diz (16:36):
tb acho!

veri. diz (16:36):
mulher melão

veri. diz (16:37):
mulher maçã

veri. diz (16:37):
mulher melancia

veri. diz (16:37):
mulher pqp

Fábio Vanzo diz (16:37):
mulher____________ (insira aqui sua fruta)

veri. diz (16:37):
isso

veri. diz (16:38):
adriana bombom

Fábio Vanzo diz (16:38):
todos os funkeiros, animadores de auditório, cobradores de ônibus, modelos & manequins, analistas de mídias sociais, probloggers
todos os jornalistas, economistas, advogados e médicos

veri. diz (16:39):


veri. diz (16:39):
jornalista não

veri. diz (16:39):
não sobra nem a gente

Fábio Vanzo diz (16:39):
;) a gente usa caneleira

veri. diz (16:40):
todos os ex-bbbs

veri. diz (16:40):
a fernanda young

Fábio Vanzo diz (16:40):
todos os atendentes de telemarketing, vendedores de calçado, quem trabalha com RH

Fábio Vanzo diz (16:40):
putz, fernanda young eu dava uma voadora double dragon

veri. diz (16:40):
AHAHAHAHA

veri. diz (16:41):
eu arrancaria cada fio de cabelo

Fábio Vanzo diz (16:41):
luis fernando guimarães, pedro cardoso, regina casé, álvaro pereira jr., andré forastieri, josé flávio jr. e toda a imprensa musical

Fábio Vanzo diz (16:43):
publicitários que fazem comercial de carro

veri. diz (16:44):
todo mundo da CET

Fábio Vanzo diz (16:45):
funcionário público em geral

veri. diz (16:45):
todos

Fábio Vanzo diz (16:46):
eu ia falar FHC, mas esse aí já morreu

veri. diz (16:46):
FHC merece

veri. diz (16:46):
collor tb

veri. diz (16:46):
mas acho que o collor saiu por muito menos

veri. diz (16:46):
hj a coisa é pior e não falam nada

veri. diz (16:46):
genoino

veri. diz (16:46):
palocci

veri. diz (16:46):
todos eles

Fábio Vanzo diz (16:47):
também acho
só a privataria e a compra de votos pra reeleição já merecia um guantânamo pro FHC

veri. diz (16:47):
total

veri. diz (16:47):
maitê proença

veri. diz (16:47):
ódio dessa mulher qdo alguma vez minha tv caía no saia justa

Fábio Vanzo diz (16:48):
pô coitada

Fábio Vanzo diz (16:48):
adriane galisteu
hebe camargo
dercy gonçalves eu desenterrava só pra chutar

veri. diz (16:48):
hahahaha

veri. diz (16:48):
a hebe não, tadinha

veri. diz (16:48):
ela já tá quase lá

veri. diz (16:48):
IVETE SANGALO

Fábio Vanzo diz (16:48):
haahhahaha

Fábio Vanzo diz (16:48):
nuossa, ivete

Fábio Vanzo diz (16:48):
surra de remo

veri. diz (16:48):
essa eu ia bater mto

veri. diz (16:49):
ahahahahahahahah

veri. diz (16:49):
mahahhahahahahahahahahahaha

veri. diz (16:49):
paulada

veri. diz (16:49):
bater a cabeça na parede

Fábio Vanzo diz (16:49):
fazer vivissecção

veri. diz (16:49):
muito

Fábio Vanzo diz (16:50):
ahmadinejad
todos os governantes de israel
todos que participam de ou fazem comédias românticas
quem gosta de kaiser

veri. diz (16:53):
hahahahhahaahhaha

veri. diz (16:53):
quem gosta de cerveja sem álcool

veri. diz (16:53):
quem trepa de meia

Fábio Vanzo diz (16:53):
trepar de meia é foda

Fábio Vanzo diz (16:53):
quem toma café descafeinado

veri. diz (16:53):
HAHAHAHAHAHA

veri. diz (17:00):
FAUSTÃO

Fábio Vanzo diz (17:00):
ah o faustão tem crédito pelo passado de glórias

veri. diz (17:01):
nem fudendo!

Fábio Vanzo diz (17:01):
pô, perdidos na noite!

veri. diz (17:02):
não, não tem salvação

veri. diz (17:02):
mara maravilha

Fábio Vanzo diz (17:02):
boa

Fábio Vanzo diz (17:06):
quem fica pedindo coisa pro cafeworld mafia wars colheita feliz e o caralho a 4 EU NÃO JOGO ESSAS PORRA!

quarta-feira, 30 de junho de 2010

terça-feira, 29 de junho de 2010

Cancion por la unidad de Latino America

Fábio Vanzo diz (13:46):
mercosul >>>> primeiro mundo

m_moura diz (13:46):
copa sulamericana >>>>>>>> eliminatórias >>>>>>>>>>> champions league

Fábio Vanzo diz (13:47):
AL gozando na cara geral na copa

m_moura diz (13:47):
vai LATAM

Fábio Vanzo diz (13:49):
go simón bolívar, che, lamarca, picanha malpassada

m_moura diz (13:52):
go amazonia, escobar, kishners, generais, maldivas

Fábio Vanzo diz (14:00):
go farcs, bresser, lulão, maria-mole, juliana paes, maradona

m_moura diz (14:05):
go foro de sp, haxixe, neo-comunas, xuxa, anti-imperialistas, petróleo

Fábio Vanzo diz (14:06):
go mst, foz do iguaçu, soda stereo, gabriel garcía márquez, hugo chávez, allende eterno

m_moura diz (14:10):
go furnas, floripa, estatizações, charly garcia, olé, ponte da amizade, marreteiros

Fábio Vanzo diz (14:12):
go brunogoleiromatador, praia grande, patagônia, fito paez, suriname e guiana que não sevem pra nada mas beleza

m_moura diz (14:13):
caralho, bloga isso, uhauhaa

Fábio Vanzo diz (14:13):
hahahahahahaha boa idéia


***

Bonus round: Diego diz (14:07):
go peron, conaprole, acarajé, friendship bridge

quinta-feira, 24 de junho de 2010

É... Copa do Mundo, amigo.

A pior coisa desta Copa, depois das vuvuzelas e de Eslovênia X Argélia, dos ufanistas-de-ocasião, das pessoas que só acompanham futebol nesta época são revolucionários de internet quererem que todo mundo torça pelo Brasil e pelos países africanos e demais subdesenvolvidos. Futebol, dentro das quatro linhas, não é político. Esqueçam a cartolagem e os patrocinadores. É diversão, é paixão. Torço pra quem eu quiser, não pro mais coitadinho. Não me identifico com a Selecinha do Dungazedo, assim como acho que o futebol africano está um lixo. E não acho que futebol deva fazer justiça social. A África do Sul vai continuar sendo um país de preto pobre e branco rico, com o adendo de um monte de estádios que ninguém vai usar. Por isso, me deixem torcer pela Argentina, contra o Brasil e pra o que mais eu quiser.

terça-feira, 1 de junho de 2010

Faça uma lista de discos que mudaram sua vida

Alívio Imediato (Engenheiros Do Hawaii)
Cosmotron (Skank)
Crestfallen (Anathema)
Goodbye Yellow Brick Road (Elton John)
In Utero (Nirvana)
Mondo Cane (Lulu Santos)
Revoluções Por Minuto (RPM)
The Best, The Rest And The Rare (Helloween)
Transa (Caetano Veloso)
Twilight Of The Gods (Bathory)

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Drug Me

Vira-e-mexe, entre uma Marcha Pela Maconha e outra, aparece uma discussão séria sobre a descriminalização das drogas ilegais. Porém os argumentos usados são sempre muito fracos. Como não pretendo fazer nenhum tratado sobre o assunto aqui, desejo apenas dar minha opinião sobre os ditos mais comuns.

1. A legalização vai acabar com o tráfico e, conseqüentemente, com o crime organizado. Furada total. Os bandidos apenas vão migrar para outros setores criminosos, diversificando os negócios, como seqüestro, assalto a bancos e pessoas, tráfico de armas, contrabando... ou você acha que, uma vez liberadas as drogas, o traficante vai assinar os sete dias grátis da Catho e procurar emprego?

2. O usuário poderá comprar droga de boa qualidade, com impostos inclusos e receita médica. Outra bobagem. Imagine, por exemplo, quanto vai custar um pacote de cocaína da Bayer. Você acha que não vai continuar havendo quem venda ilegalmente, assim como existem as lojas e existem os camelôs?

3. O consumo não vai aumentar, quem usa, usa de qualquer jeito. Talvez. Mas Amsterdã, da qual não possuo estatísticas sobre isso, virou uma Disneylândia Junkie, e isso é inegável. Imagine só nóias de toda a América Latina vindo curtir um barato aqui. Já temos a fama de mulheres fáceis, prostituição infantil, corrupção, vagabundagem, subdesenvolvimento... queremos mais esse rótulo?

4. Álcool e cigarro também são drogas e são liberadas. Sim, o álcool é, de longe, a droga que mais destrói famílias e o cigarro, o que mais onera a saúde pública. Porém não é porque você deixou cair um copo da bandeja que vai jogar tudo no chão de uma vez.

E deixo uma pergunta: por que o alucinógeno Santo Daime é permitido? Então os maconheiros podem se declarar devotos de Jah? Posso venerar a Nossa Senhora do Speedball?

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Death Proof

كلادية diz (11:16):
chocante foi o que a diarista me contou que está acontecendo no bairro dela

كلادية diz (11:17):
os caras deixam crianças costuradas, sem órgãos, com um saquinho com 800 reais dento, agradecendo a mãe e informando que a criança "não sofreu"


Não tem cara de lenda urbana? Que apuração essa pessoa fez pra dizer isso? Este é o mal: a credulidade; se alguém de confiança ou algo parecido disse, então é verdade. Não sei se é mal de jornalista querer fonte de tudo, mas isso me parece uma mentira das mais cabeludas, do naipe da agulha com aids no cinema ou do cara que acorda sem os rins. Como diz um amigo, EU QUERO É PROVA.

Om Hundrede Aar Er Alting Glemt (II)

Acordou morto? Morreu e não sabe mais como conviver com isso? Seus problemas acabaram!

Sites prometem ''vida digital'' após a morte

Empresas de internet oferecem serviços que vão do envio de e-mails de despedida à revelação de segredos que ficaram guardados por anos

A vida eterna existe. Pelo menos no mundo digital. Junto com a expansão da internet e das redes sociais, houve uma explosão de sites que se oferecem para, após a morte, manter seu perfil no Facebook, mandar uma mensagem de e-mail ou manter um site por 25 anos. Outros propõe um serviço de administração da vida digital após sua morte, borrando progressivamente sua existência.

O maior dos sites de relacionamento social, o Facebook, estima que 3% de seus usuários já morreram. No fim de 2009, a empresa anunciou serviços para manter o perfil dos mortos, mesmo que por anos. "Quando alguém parte, não ficam apenas em nossas memórias, mas também ficam em nossas redes sociais", diz o site em sua página de blogs. "Para refletir essa realidade, criamos um memorial de perfis, um lugar onde as pessoas podem salvar e compartilhar suas memórias sobre pessoas que morreram", explica.

Há duas opções para ter seu perfil nessa galeria. O usuário pode pedir ao Facebook ou família e amigos podem tomar a iniciativa. Para isso, o site pede uma prova de relacionamento com o morto ou mesmo um certificado de óbito. O site afirma que informações consideradas sensíveis são retiradas, como telefone e endereço. O perfil é congelado, para que ninguém possa modificá-lo.

Última palavra. Empresas na Europa e nos Estados Unidos administram a vida digital de mortos. No caso de executivos ou banqueiros, sites permitem que um código de uma conta ou programa não desapareça com a morte. O site manteria a informação protegida e, a cada mês, envia um e-mail ao detentor do segredo. Se no terceiro e-mail não houver resposta, o site considera que é hora de enviar a mensagem para a pessoa designada com o segredo. O site admite: em caso de um coma prolongado, o sistema não funciona.

No MyLastEmail.com, uma pessoa pode planejar um e-mail de despedida para depois de sua morte. Um amigo próximo daria o sinal verde para o envio. O pagamento anual varia entre US$ 50 e US$ 100.

Há ainda a possibilidade de programar para uma data futura o envio de um e-mail por parte do falecido. O serviço chega ao ponto de oferecer o envio de e-mails na data de aniversário de um familiar, anos depois da morte do dono da conta. Claro, quanto mais serviços encomendados e mais anos de duração, mais cara é a cobrança em vida.

"Superando a morte." Esse é o lema do site DeathSwitch.com. A empresa promete, por exemplo, ajudar o falecido a não levar segredos para a túmulo. "Não morra e leve consigo segredos", diz o site. A ideia é a de que, diante da morte do dono de uma conta de e-mail, a empresa envie uma mensagem em nome do morto revelando segredos guardados por anos.

Outro serviço é o do site GreatGoodbye.com, que oferece enviar a familiares e pessoas designadas de antemão como é que o falecido gostaria que seu funeral ocorresse.

A gestão da vida digital de um pessoa ainda é oferecida pela LegacyLocker.com, que promete bloquear todas as contas e e-mails do usuário morto, protegendo dados relevantes e evitando a atuação de hackers ou mesmo de organizações criminosas.


[ http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100509/not_imp549166,0.php ]

quinta-feira, 22 de abril de 2010

All apologies

A todos que amei e fingir amar, minha desculpa. Enganei a todos por tanto tempo que até eu devo te acreditado. É a essência da mentira, não? Acreditar na mitomania. Apaixonei-me de mentira, fiz se apaixonarem-me por mim de verdade. Enganei pessoas escrevendo, trabalhando, vivendo como filho, irmão, namorado, amigo. Fui uma farsa constante. Um embuste elevado a estado de arte. O que eu deveria fazer? Quem eu deveria ser? Limpo o suor nas vestes e espero o veredito que já sei qual é: culpado! Mereço. Fiz tão mal a tanta gente, só me resta a morte. A todos que enganei, peguei as pedras e me dilapidem, por favor. Foi um legítimo adultério de confiança. Só não houve nenhum messias, nem haverá, para me salvar. Que venham as rochas que serão meu merecido túmulo sem piedade ou redenção. Que não tiver pecado, quem tiver um monte de falha, está todo mundo liberado para me apedrejar. Crucificar. Sem túmulo vazio.

sexta-feira, 19 de março de 2010

De susto, de bala ou vício

Vocês são tão frouxos, vamos, vamos logo, quais seriam seus últimos pedidos, quais seriam suas últimas atitudes, a sério, caso o mundo ou a vida fosse acabar hoje? Quero conduzir um estudo sobre o tema. Se você soubesse que, dentro em pouco, seu corpo seria devorado pelos vermes das moscas bicheiras enquanto sua alma ascendesse a NSJC, ou simplesmente deixasse de existir como se nunca tivesse havido. Ah, ignorem, jovens sempre acham que vão viver pra sempre. E os velhos fingem aceitar a Morte como algo corriqueiro como um convidado para o chá quando estão todos se mijando e cagando por mais alguns minutos de existência patética. Ei, me desculpem por delatá-los, mas é que foi engraçado. O vento frio da Velha Senhora fez pó de todas as suas convicções e sua alegada serenidade ante o fim. Que estudo, que nada, só quero rir da cara de vocês.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Reflexões vespertinas

Não gosto de inverno, faz muito frio.
Não gosto de verão, faz muito calor.
Não gosto de outono, o tempo é muito seco.
Não gosto de primavera, chove demais.

terça-feira, 9 de março de 2010

A fine day to die

_Maria, vem aqui, me dá um álcool pr’eu passar no peito, não estou me sentindo bem.

Ele era vidraceiro e morava nos fundos do mercadinho Nossa Senhora De Fátima. Palmeirense, cinéfilo, alcoólatra, levava o neto postiço pra soltar pipa onde antes era um campinho e hoje é uma merda de escola de samba. Morreu digno, sem resgate, oitenta e oito anos.

Descansa tranqüilo, velho Quim. A gente fica por aqui. Espera-nos aí.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Eternidades da semana

01. Kassab cassado? Ah, isso nem vai dar em nada, o processo vai se arrastar e, cajo ele seja mesmo condenado, o mandato terá se encerrado, tal como foi com Celso Pitta.

02. Antônio Rascista Carlos no Palmeiras, com a torcida protestando? Demonstração de civilidade de quem na mesma semana se matou na porrada contra a Independente? É, não dá pra esperar coerência de bandido.

03. Botafogo campeão de alguma coisa (mesmo que seja esse ridículo primeiro turno)? E com gol do Fábio Pinguço Ferreira? Esta foi uma semana realmente atípica para o futebol. E o Ricardo Gomes quase teve um AVC. Calma, moço, foi só um jogo.

04. Nada a ver o Elton John dizer que Jesus Cristo foi um "gay superinteligente" (pelas lições de tolerância, etc.), mas é lindo ver a direitalha carola esperneando.

05. A Libertadores começa quarta-feira e o Corinthians não está nem um pouco engrenado. E após 91, 96, 99, 00, 03 e 06 (em 77 eu não era nascido) meu pobre coração alvinegro não agüenta outra eliminação.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Suicide is painless

O suicídio, especialmente para os homens, e isso é comprovado, é mais letal e ritualístico, menos impulsivo e desesperado. Enquanto mulheres normalmente se entopem de remédios, homens se enforcam, dão tiro na cabeça ou se jogam na frente do trem. E esse maior poder de decisão muitas vezes faz com que haja certa preparação, como um testamento, além do costumeiro bilhete de suicídio, e um ritual. Ian Curtis, por exemplo, bebeu uma garrafa de uísque, ouviu The Idiot, do Iggy Pop, assistiu a Stroszek, de Werner Herzog, para então se enforcar. E você, quando for cometer suicídio, que método irá usar, de quem irá se despedir, a quem deixará suas coisas, o que irá ver, ler ou ouvir pela última vez?

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Nowhere, no-one, nothing

É difícil escrever algo quando você tem o sentimento de precisar dizer aquilo, mas está cansado, sem vontade, ou simplesmente não aparece nenhuma idéia boa. O texto que sai nesses casos é invariavelmente de pouca consistência, emoção demais, porém com pouco cuidado na forma. Já escrevi um livro inteiro assim há meia década, em condições físicas e mentais deploráveis, e o resultado não me agrada, nunca agradou. Embora haja lampejos bem criativos, em que a forma consegue dar luz ao conteúdo, e aí se criam imagens realmente de impacto, que trazem o leitor para o Inferno das palavras que ali estão, o resto é frágil, sem rumo, como um grito desesperado. E a arte sempre necessita de cuidado. Por isso às vezes o melhor é manter o silêncio, ou simplesmente condenar certas expressões de dor ao calabouço de uma gaveta qualquer.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Ficções do interlúdio

Não chorei, serei sempre insensível.
Digo palavras duras, sou insensível.
Já menti, jamais direi a verdade.
Já errei, jamais serei perdoado.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

A inveja é companheira da glória.

Conversando com uma amiga no MSN, veio a pergunta: qual dos sete pecados capitais você mais comete. Além da óbvia ira, visto que não sou exatamente a pessoa mais paciente do mundo, veio à mente e à palavra algo de que eu já sabia, porém nunca havia admitido a ninguém: sou invejoso. E ela também admitiu o mesmo. Talvez todos sejamos. Mas não daquele tipo ruim, de querer arrancar o que a pessoa tem, de torcer contra (não que isso faça diferença na prática, visto que olho-gordo é bobagem), mas sim o desejo de também querer aquilo que outrem conseguiu e que você não tem por azar, incompetência ou qualquer outro motivo. Lembre-se: não existe sentimento bom ou ruim; cada um tem sua hora e seu lugar, todos são perfeitamente naturais. A diferença é que a inveja “benéfica” faz com que você deseje algo igual ao que o outro conseguiu, enquanto que a “maléfica” te leva a querer o próprio objeto de conquista da pessoa, seja qual for, arrancando-o dela. Em vez de se espelhar na vitória alheia, você quer tomar o lugar do vitorioso, sê-lo, vivê-lo. Essa é a diferença. Quem nunca desejou ser outro alguém, ter o que não tem? Ah, o resto é hipocrisia.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Vemachiti et kol hayekum asher asiti me'al pney ha'adama.

Tá, sempre choveu em São Paulo, a cidade cresceu desordenadamente, invadindo encostas, e hoje temos uma metrópole impermeável de tanto concreto e asfalto. Assim como sempre teve terremoto em Tóquio.

O que os japoneses fizeram? Adaptaram a cidade para conviver com essa particularidade geológica. Já por aqui, nos desgovernos e nas desprefeituras demo-tucanas, nada se faz. É culpa da Mãe Natureza e pronto. Nós que reclamemos com ela, talvez chutando uma árvore ou deixando de fazer doações ao Greenpeace. E a única coisa boa que o Alckmin fez, o aprofundamento da calha do Tietê, foi abandonado e faz três anos que nosso belo rio não sofre uma limpeza.

Hoje faz 37 dias que chove direto em São Paulo e tudo que o Aquassab diz é que “tudo está sob controle” enquanto passeia de helicóptero sobre o pobre Jardim Romano, alagado direto desde o ano passado.

O que a população pode fazer além de xingar o Aquassab? Parar de votar no PSDB-DEMo e não jogar garrafa PET e sofá vermelho nos terrenos baldios, que entope as galerias pluviais e bueiros.

Saneamento na serve só pra lixo, serve pra políticos também.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Do egocentrismo, da megalomania e de outros desvios de caráter na internet.

Mais do que no “mundo real”, a internet é o verdadeiro Estige das subcelebridades, onde elas se mordem, se xingam e se debatem o tempo todo, em moto-contínuo. Polêmicas vazias, troca de farpas, autopromoção a todo custo e uma vontade desesperada de se fazer notar, de mostrar que “venceu na vida digital”. Vale usar script pra adicionar um monte de gente, aparecer em reality show, chamar a si mesmo de “empresário” porque ganha dinheiro com o blog, arrumar briga com a subcelebridade que usou script e foi ao reality show, receber jabaculê para fazer textos mequetrefes sobre viagens na vasca ou traquitanas moderninhas... as possibilidades infinitas. A glória dessa espécie internética é posar de “early-adopter” (sim, os malditos termos em inglês) com jeito blasê de quem usou Orkut/Facebook/Twitter/Blog quando não havia a “maldita inclusão digital”. É a orkutização do Facebook, a facebookização do Twitter, a twitterzação do blog. Medem a felicidade pelo número de seguidores ou comentários. Matam a mãe por uma conexão de 10Mb na Campus Party, mas, uma vez lá, dizem que “já foi melhor”, e que hoje “todo mundo posa de geek". Escrevem pouco, o conteúdo de seus blog é quase inteiro de press-releases, vídeos velhos do YouTube e imagens “kibadas” de outros sites. Enfim é a gentalha do cibermundo, daqueles que você só não chuta a bunda porque nunca saem da frente do computador.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Sad wings of destiny

[17h40min] A tristeza é contagiante, empolga nossos inimigos. Contagiosa,e entristece junto as pessoas que nos amam. A tristeza é leal, jamais nos abandona e está conosco especialmente quando não precisamos dela, para dar aquele conforto tanto de quem sente falta da auto-indulgência quanto de quem não se contenta com o riso horrível do idiota. A tristeza é fiel, sempre retorna ao nosso lar, por vias direitas e avessas, retas e tortas, por nossa própria boca ou pela das outras pessoas. A tristeza é linguagem indizível. Indivisível. Mesmo assim há para todos, cada um com a sua, mas interagindo com a de outrem. A tristeza é democrática, não discrimina, muito embora trate com mínimo desdém quem finge que ela não existe, somente para se apossar da alma estúpida. Não é parasita, nós é que insistimos em habitar seus domínios pretendendo passar incólumes. A tristeza é acolhedora num abraço de engolir infinitos na escuridão à luz do dia. No início era o verbo, e esse era entristecer(-se). E viu Deus que a tristeza era maior. [17h49min]

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

A linguagem sempre foi meu último refúgio.

Um bom texto abre portas. Abre pernas. Abre o céu cheio de nuvens. O chão para que tudo desabe. Abre os olhos para a verdade, a boca para um beijo. Abre as mãos, abre até o coração. Um bom texto abre os braços para um abraço e caminhos para a vida.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

O processo de criação vai de 10 até 100.000

[Sete de outubro de dois mil e nove]

Toloi diz (20:25):
ô senhor compositor, ve se tua aprova tua letra...
na sexta, eu mostro como ela ficou pra vcs

Toloi diz (20:26):
vc escreve rapido e eu componho melodias rapido , heeheheh, fiz essa em 1 hora

Fábio Vanzo diz (20:27):
nussa

Fábio Vanzo diz (20:27):
levo séculos hahaha

Toloi diz (20:29):
uma duvida na escrita do acorde: esse F#m/A qual dos dois que se refere a nota do baixo?

Toloi diz (20:29):
ta, quando vc abrir e ler me avisa

Toloi diz (20:31):
pensei em voce fazendo umas pitadas na guitarra a la dois rios do skank

Fábio Vanzo diz (20:31):
pensando no que seria um fá sustenido menor com baixo em lá

Fábio Vanzo diz (20:32):
acho que fazendo sem pestana dá

Fábio Vanzo diz (20:32):
corneta
1. não gostei do nome, muito direto. vou futucar.

Fábio Vanzo diz (20:33):
2. vou mudar umas coisas na letra, tem palavras que acho que num ficam legais em letra
3. coube tudo na metrica direitinho?

Toloi diz (20:37):
mas é isso mesmo, o A mantem só na baixo e entra o fa sustenido menor numa casa acima, antes de entrar no fa sustenido inteiro

Toloi diz (20:38):
fa sustenido menor

Toloi diz (20:39):
pensei de ultima hora, nao consegui pensar num nome melhor, ia fazer uma homenagem e colocar uma frase da muisca do dimmu borgir pra colocar de titulo, ja que eu que a citaçao era pra eles, mas achei as letras deles uma bosta, hahaha

Toloi diz (20:39):
coube tudo na metrica

Fábio Vanzo diz (20:39):
dimmu boga?

Fábio Vanzo diz (20:39):
as letras deles são uma merda

Toloi diz (20:40):
depois só me diz quais palavras, porque aí pode atrapalhar na metrica, assim como está, ficou perfeita cantando

Fábio Vanzo diz (20:41):
1. "nefando" acho que num rola
2. "Vestindo loucas e roupas escuras" esse "loucas" ficou esquisito
 
Toloi diz (20:42):
1 - o que é nefando? vem de nefasto? achei melhor nao tirar, hahaha

Toloi diz (20:43):
2 - então, ainda nao senti firmeza, queria fazer uma associaçao de que eles estivesse usando mulheres (se aproveitando de) e roupas escuras, sacou?

Toloi diz (20:43):
jogando com a frase, sabe

Fábio Vanzo diz (20:43):
1. é igual nefasto.
2. hmmmm

Fábio Vanzo diz (20:44):
"Despindo tuas roupas escuras"?

Toloi diz (20:48):
pode ser, mas aí hão de ter dois problemas
1 - vc ja usa a palavra despindo antes - se referindo ao pranto
2 - e principalmente, a letra deixa de ser um relato geral em 1 pessoa, como tava, pra ser referente a uma segunda pessoa, despindo as roupas escuras dela, tendeu?
COMUNIDADE DO ORKUT - ANALISANDO LETRAS: BRESSER
HAUAHUAHUAHUAA

Fábio Vanzo diz (20:51):
hahahahahahhahaha

Fábio Vanzo diz (20:51):
preciso ler essa buceta inteira, peraí

Toloi diz (20:52):
hahaha, ele escreve e nao lembra, heheh

Fábio Vanzo diz (20:53):
hahahahahaha
de um caminho tão PROFANO
rima até melhor

Toloi diz (20:54):
aprovado

Fábio Vanzo diz (20:54):
vejamos o outro verso

Fábio Vanzo diz (20:59):
Caído em outras desventuras OK
Corpos em roupas escuras ( ) sim ( ) não
Hoje, qual será meu gosto? OK
Quem me saberá o rosto? ( ) sim ( ) não

Toloi diz (21:01):
Caído em outras desventuras OK
Corpos em roupas escuras ( ) sim ( x ) não
Hoje, qual será meu gosto? OK
Quem me saberá o rosto? ( x ) sim ( ) não

Fábio Vanzo diz (21:01):
te mando à merda? ( x ) sim ( ) não

Toloi diz (21:03):
ninguem tem paciencia comigo sim ( ) não

Toloi diz (21:04):
que tal PROVANDO loucas e roupas escuras ?

Fábio Vanzo diz (21:06):
:/ o cara tá na butique gay? provando roupas loucas?

Toloi diz (21:06):
huauauhauahuaha

Fábio Vanzo diz (21:07):
trocando di bikini sem parar

Toloi diz (21:08):
PROVANDO LOUCAS EM RUAS ESCURAS

Fábio Vanzo diz (21:08):
:/ nhão
esse loucas aí que tá foda
como era o original que já nem lembro?

Toloi diz (21:09):
NUM LEMBRO, TEM Q PEGAR DO BLOG DE NOVO

Fábio Vanzo diz (21:10):
é velha ou nova essa poesia?

Toloi diz (21:18):
aparentemente nova, ta na sua pagina de mais recentes ainda

Toloi diz (21:18):
tu deve ter escrito esse mes ainda, seu lesado

Fábio Vanzo diz (21:19):
linka, caraio

Fábio Vanzo diz (21:20):
http://fabiovanzo.blogspot.com/2009/07/ingen-tarer-skal-fylle-dine-netter.html


Fábio Vanzo diz (21:22):
NAS MESMAS RUAS ESCURAS
fechô?

Toloi diz (21:25):
tá bom, nao ficou um primor, mas nao comprometeu, ficou uma rima BALBUENA

Fábio Vanzo diz (21:26):
o verso do dimmu boga significa "Não haverá fraqueza na tua alma "
como a gente pode usar no nome da música?

Fábio Vanzo diz (21:31):
ooou aumentando a influência, o título do post é sempre um link
no caso é http://www.fotolog.com.br/fvanzo/39112591 os versos são do bigode, olha

Toloi diz (21:37):
gostei da frase do bigode

Toloi diz (21:37):
mas qual seria o titulo da musica?

Fábio Vanzo diz (21:39):
"comum no seu tempo"?
"no seu tempo"?

Toloi diz (21:41):
COMUM NO SEU TEMPO , eu gostei bastante

Fábio Vanzo diz (21:41):
BigodeFeelings

Fábio Vanzo diz (21:42):
fechô?
vou guardar esta conversa como exemplo de Lennon & McCartney com absinto

Toloi diz (21:42):
fecho a balada

Toloi diz (21:42):
MARAVILHA